Usar o cartão de crédito para viagens no exterior é uma maneira segura de gastar dinheiro. Só que, a partir de agora, será preciso muito cuidado ao usar o cartão de crédito internacional.

Um decreto, aumenta de 2,38% para 6,38% a alíquota do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) de compras no exterior com cartão de crédito, segundo informa o G1. Com isso, fica mais caro fazer compras no exterior com cartão de crédito internacional. Um “senhor aumento”! Essa medida visa desestimular as compras no exterior e consequentemente aumentar a arrecadação do país. A medida entrou em vigor a partir do dia 27/04/2011. A notícia desagrada os brasileiros.

É relevante ressaltar que esse aumento norteia especificamente o cartão de crédito. Os cartões – com função débito, saque no exterior e cartão de crédito internacional pré pago – continuam com a taxa de IOF de 0,38%. No entanto, outras variáveis devem ser analisadas, como: qual câmbio está sendo praticado pelo banco (comercial é mais vantajoso) e se há garantia da cotação da moeda no dia da compra. Tudo precisa ser calculado e analisado.

Aumento do IOF do cartão de crédito: compras no exterior mais caras

Se o banco emissor usar a cotação do câmbio comercial, o uso do cartão de crédito ainda pode se apresentar vantajoso, segundo aponta uma interessante análise do Estadão. O usuário precisa verificar junto ao seu banco qual cotação para compras no exterior será usada. Na prática, é preciso fazer contas, comparar e analisar o que pode ou não ser proveitoso na hora de gastar no exterior.

O Brasil possui uma enorme quantia de impostos. Se não bastasse os impostos normais, quando o brasileiro decide “turistar” paga mais caro por optar pela comodidade do cartão de crédito.

Quero saber o que pensa sobre o aumento do IOF no cartão de crédito internacional? Como você pensa fazer os seus gastos no exterior (dinheiro vivo, cartão de débito, sacar no cartão no exterior ou usar o cartão de crédito internacional pré pago?). Conte-me nos comentários.