A região da Rua 25 de março é o lugar de compras mais popular de São Paulo!  Conhecida principalmente por ser uma região para economizar nas compras, é possível encontrar uma abundância incrível de mercadorias – de fita de pano à decoração de casa, passando por lojas de festas/fantasias até bijuterias.

Onde comprar na Rua 25 de março? O que comprar na Rua 25 de março? Onde estão os bons preços? Para muitos, pode ser confuso o que é esse ponto de São Paulo. Decidi aproveitar a minha experiência em incursões por lá e trazer dicas sobre o que comprar na Rua 25 de março.

Variedade, movimento, gente, pechinchas, popular, compras, “sacoleiras” são algumas palavras que definem esse lugar. O meu espírito “pechincha” não aguenta e toda vez que vou em São Paulo, tento dar um pulinho na 25 de março.  Sou do povo! Se você gostar de comércio popular, esse é o lugar! Se joga nessas dicas.

Compras na Rua 25 de março em São Paulo

|Decor feita com itens da R. 25 de março| Foto: Ludmila Loureiro|

Onde e o que comprar na R. 25 de março?

É um problema dizer que existe um guia definitivo da R. 25 de março. Como podemos dizer que há algo definitivo em um espaço em constante transformação? Essa parte da cidade está em constante movimento! Por isso, toda vez que eu der um pulinho por lá, volto aqui para atualizar e alterar esse post!

  • Ladeira Porto Geral (lateral da R. 25 de março). Início do percurso para muita gente pelo fato de ser a saída do metrô. Descendo, você vai encontrar: loja de festas/fantasias, lojas de bijuterias e bolsas e, em algumas galerias você vai encontrar produtos para casamentos, para unhas e maquiagem (Shopping Porto Geral). Fique de olho porque especialmente bijuterias, costuma ter um preço mais caro nessa parte que propriamente na R. 25 de março.
  • Aviamentos. Fitas, linhas, pedrarias. É difícil dizer sobre uma loja apenas. Quando precisei comprar “pérolas” e fitas para decor do meu casamento, não comprei só em uma. Uma das mais famosas é Rei do Armarinho (fica em rua adjacente).
  • Bijuterias. Talvez, essa seja a procura unânime de quem vai fazer compras na R. 25 de março. Para falar a verdade, não tenho aquelas mesmas lojas que sempre compro. Mas, eu gosto especialmente, das lojas do lado esquerdo (de quem está descendo). Lojas: Bendita Seja, Stand 282, Lumme, I Love Bijoux, AE Bijoux.
  • Maquiagem. Quase todas as lojas de bijuterias tem algo para vender de maquiagem também. Lojas: Afife, XBZ, Navarro.
  • Material escolar e papelaria. Loja: Armarinhos Fernando. O forte dessa loja é material escolar, brinquedos e papelaria. Você encontra também algumas coisas de casa, fitas, vasilhames de plástico também. Outras lojinhas, você encontra também aqueles caderninhos de anotações fofos, como a as lojas Minas presentes, Braswu.
  • Presentes. De caneca temática ao bloquinho de anotações. Pluralidade de opções. Lojas: Minas Presentes, XBZ presentes, Braswu, A Gaivota, Tiger Braz.
  • Decoração. Vasos, flores artificiais, quadrinhos, objetos de decoração em geral. É possível encontrar muitos itens originais. Lojas: Crysmax, Minas presentes, Vivendas das Flores, XBZ presentes, A Gaivota, Braswu, Kenuz, Ambiente House.
  • Produtos de casa. Cama, mesa e banho. Há outras também que vendem alguns itens que você pode encontrar. Lojas: Doural, Camicado são duas lojas importantes.
  • Tecidos. No cruzamento R. 25 de março com a Ladeira Porto Geral, se você virar na R. 25 de março em direção ao Mercado Municipal, vai encontrar muitas lojas de tecidos. Uma das mais famosas é a Niazi Chofi, que possui vários andares de tecidos. Conheço muita gente que trabalha com artesanato e decoração que usa principalmente tricoline de algodão, jacquard, voal, chita.
  • Festas. Ladeira Porto Geral (várias lojas), Matsumoto, Festa Já.

Dicas espertas para usufruir a R. 25 de março

  • Reserve o dia todo. Mesmo se você não ficar o dia todo por lá, vai andar bastante e não vai aguentar fazer outros programas. O dia de compras por aqui já basta pelo dia todo.
  • Use o metrô, Uber. Dirigir na região é muito chato porque está tudo sempre cheio. Estacionamento é caro. Se for de metrô, só descer na estação São Bento (linha azul).
  • Leve mochila ou bolsa transversal. Fique de olho nos seus pertences! Há muitos furtos nessa região. Ande com a sua mochila ou bolsa na frente do seu corpo!
  • Não fique com celular na mão. Se precisar falar ao telefone, entre em uma loja para conversar.
  • Roupas confortáveis. Vista-se com roupas casuais, esporte. Tênis é sempre uma excelente opção para quem vai andar para valer! Você vai andar mais que imagina!
  • Vá cedo e volte antes do horário de pico. Essa área é aquela muvuca! Mas, você pode tentar evitar os piores horários. Chegue umas 8h e volte até umas 16:00h (no máximo)
  • Explore os outros andares das lojas. Algumas lojas possuem 2º andar com ótimas surpresas de compra. Explore todos os andares das lojas! Muita gente só fica no térreo!
  • Lojas para revenda. Não são todas, mas algumas lojas de bijuterias concentram suas vendas para o atacado. Essas costumam estabelecer um valor mínimo de gasto em reais (R$300,00, R$ 500,00, vai depender da prática loja). Para compras nestas lojas pode ser vantajoso estar com outras pessoas para comprar. Vocês juntam compram cada uma um pouco e alcança o valor mínimo de atacado.
  • Pagamento em débito, cartão e/ou dinheiro. Quase todas as lojas trabalham com essas formas de pagamento. Só que algumas lojas garantem desconto (5%) para quem paga com dinheiro e algumas delas até com débito. Pergunte no ato do pagamento! Há algumas raras lojas que trabalham só com dinheiro.

Esse é um lugar muito especial para mim porque minhas primeiras viagens sozinha foi na casa da tia de São Paulo. E eu adorava passar pelos “perrenhes” de ir pra lá sozinha, perder e achar o caminho de volta pra casa. Lembre-se que naquela época não tínhamos GPS, celular, Google Maps. Já pensou? Era muito mais aventura.

A Rua 25 de março participou até do meu casamento. Acredita nisso? Eu comprei vários castiçais, fitas, pérolas e outros itens para ajudar na minha decoração de casamento. Não tenho vergonha nenhuma em contar isso. Economimizei com o casamento para fazer a lua de mel no Canadá!

Ideias compartilhadas! Já visitou a R. 25 de março? Como foi a sua experiência? Deixe a sua dica de lojas!