Uma viagem de navio pode ser uma experiência de viagem fantástica. Esse é o sonho de viagem de muita gente! Cada vez mais, as pessoas estão escolhendo o cruzeiro como uma opção para as férias.

Quando eu fiz o cruzeiro pelas Bahamas (na viagem de Miami), aprendi muitas estratégias para economizar.

O cruzeiro pode ser uma viagem bastante acessível, mas é preciso saber gastar, e poder investir em outras coisas mais importantes durante uma viagem.

Procure ofertas de cruzeiro

Use todas as ferramentas disponíveis para comparar os preços. Internet, visite agências… Não esqueça também de verificar diretamente com as empresas de cruzeiros (no site). Compare preços para um mesmo itinerário em empresas de cruzeiros diferentes. Se pretende fazer esse tipo de viagem, planeje com bastante antecedência. Quando o cruzeiro ainda está vazio (sem ser comprado), as cabines mais baratas estão ainda disponíveis, por exemplo. Escolha cuidadosamente!

Economizando ao fazer um cruzeiro

Um cruzeiro é uma experiência deliciosa, mas pode ser bem cara. Tome cuidados para economizar e aproveitar a viagem sem acabar com suas economias. (Foto: Viagem Digital)

Escolha um cruzeiro curto

Há cruzeiros de 3 dias, 5 dias… Mini cruzeiro! Quando fui para Miami, por exemplo, escolhi um cruzeiro de apenas 3 dias (pelas Bahamas). Um excelente preço! E, ainda, foi bacana que saiu um pouco daquele clima de compras, de cidade… Um momento para relaxar.

Cruzeiro fora de estação

A temporada de cruzeiros no Brasil é de novembro até abril. A alta temporada ocorre em dezembro até início de março. Fora desse período, costuma ser um pouco mais barato. Se você tiver indo para algum outro destino nas férias, vale verificar os cruzeiros. Por exemplo, em Miami, eu fiz o cruzeiro em março, que para a região é considerado baixa temporada. Se vai viajar para o Chile, Argentina, vale averiguar. Quem sabe você não pega um mini-cruzeiro na baixa temporada?

Escolha a cabine mais barata do cruzeiro

As cabines internas são as mais baratas em um cruzeiro. Todas possuem banheiro privado. Além disso, quanto mais baixo o deck (pavimento do navio), mais barato. Essas cabines não possuem varanda. O quarto possui entre 12,3-13,2 metros quadrados. Conheça o layout do navio antes de comprar!

Não faça as excursões pagas de cruzeiros

As empresas dos cruzeiros oferecem as excursões pagas no destino que o navio atraca. Você pode optar por apenas descer e descobrir o lugar do seu próprio jeito. É muito mais barato e pode ser igualmente divertido. Você pode simplesmente passear do seu próprio jeito. Além disso, no próprio local, pode ser mais barato fazer um mesmo tipo de passeio com os prestadores de serviços locais.

O vídeo abaixo pode te ajudar a decidir se cruzeiros marítimos são ideais para você:

Resista ao álcool em um navio

Beber bebidas alcoólicas pode ser muito caro em um navio. Incluir o pacote de bebidas alcoólicas sai muito mais caro no serviço all inclusive. Acho que vale a pena ficar alguns dias sem esse tipo de bebida. O serviço all inclusive do cruzeiro possuo os líquidos: água, chá gelado e refresco durante as refeições. Muitas linhas de cruzeiro permitem que o viajante leve 2 garrafas de vinho ou de espumante. O que eu fiz da Royal Caribbean permitia duas de vinho. O pacote de bebidas alcoólicas vale ser comprado (antecipado) somente por aqueles que bebem para valer.

Não faça chamadas telefônicas e não use internet no navio

O preço desses serviços no navio é absurdo. E, além disso, a internet é muito lenta. Você vai mais passar raiva que conseguir conectar.

Não use SPA de um cruzeiro

Os serviços do SPA em um navio são pagos e com preços muito elevados. Vai valer mais a pena você fazer uma massagem ou usar os serviços de beleza quando voltar, fora do navio! Se mesmo assim quiser comprar, é mais barato comprar antecipado durante o fechamento do cruzeiro.

Evite os cassinos de um cruzeiro

Jogar no cassino do navio é ter o dinheiro indo embora sem perceber.

Cuidado com as lojinhas do cruzeiro

Tudo nas lojinhas do cruzeiro é mais caro. Perfumes, por exemplo, é mais barato no free shop de aeroporto que do navio.

Só não esqueça de reservar um dinheiro para dar a gorjeta no navio. Isso é praticamente uma obrigação para quem faz uma viagem de cruzeiro!