Os posts sobre os passeios no Atacama renderam dúvidas para muita gente. Muitas pessoas perguntaram-me: Como escolher hospedagem no Atacama?

Quando decidi ir ao Atacama não conhecia absolutamente ninguém que tivesse ido para indicar-me hospedagem.

Por isso, a escolha sobre onde ficar em San Pedro de Atacama não foi uma decisão fácil.

No intuito de esclarecer sobre esse assunto e ajudar outros viajantes, trago um post sobre dicas para escolher hospedagem no Atacama a partir de minha experiência de viagem.

O Atacama é um lugar peculiar! Se você é um viajante sem frescura, como eu, vale seguir essas dicas para se hospedar no Deserto do Atacama.

Sobre hospedagem no Atacama
  1. Crie uma planilha de hospedagem. A planilha ajuda a concentrar todas as informações importantes para comparar as opções de hospedagem e analisar sem perder muito tempo. Isso faz parte do planejamento da viagem. O que é importante ter: preços, conversão do valor aproximado em real, se há internet disponível (se possível wi-fi), observações (para colocar algo adicional que julgar importante), o que a diária inclui (café da manhã? roupa de cama?), indicação (o blog ou pessoa que indicou). No momento de decidir para fechar a hospedagem, fica mais fácil de comparar.
  2. Wi-fi é fundamental. Wi-fi para os clientes, mesmo que seja no lobby. Isso facilita a comunicação com a família (meio mais barato, pelo Skype), para pesquisar coisas sobre da própria viagem, resolver algum problema pendente (ninguém sabe quando eles aparecem). Não é luxo! É essencial. E se o lugar não oferecer, saia correndo! Pois, até a pracinha principal no meio de São Pedro tem wi-fi!
  3. Opiniões do Trip Advisor. Não dá para decidir a hospedagem totalmente no escuro. O Trip Advisor traz opiniões de vários viajantes pelo mundo. Pesquise no espanhol (língua do país), que traz uma pesquisa mais ampla para a cidade de São Pedro do Atacama. É quase impossível ter um meio de hospedagem sem nenhuma opinião. As avaliações ajudam a direcionar as escolhas. Não é só preço que importa. E quando não se tem qualquer indicação, é uma excelente opção.
  4. Menos é mais em São Pedro do Atacama! Com exceção de alguns poucos hotéis de luxo no Atacama (Tierra Atacama, Explora, etc), os meios de hospedagem de forma geral são bastante simples, com um estilo mais rústico. Na minha opinião, prefira o básico em termos de hospedagem (mas com wi-fi). Pois, corre-se o risco de se decepcionar ao escolher algo que pareça muito chique via internet, mas que no local é outra realidade. Eu cheguei a visitar um hotel em São Pedro do Atacama que eu havia cotado via internet e não gostei. Os meios de hospedagem, de forma geral, no Atacama, são sempre mais simples do que parecem. É o estilo da própria cidade, mais rústico. E não pense que isso é ruim! Tudo confortável!
  5. Blogs de viagem. Sem sombra de dúvidas, as referências dos blogs de viagem ajudaram muito na escolha. Eu eliminei muitos meios de hospedagem por que vi indicações em blogs e achei que o lugar tinha preço elevado demais para o que o local oferecia e para o meu bolso. Não se limite aos blogs do Brasil. Procure também nos blogs pelo Google Chile (pesquisa avançada).
  6. Calefação no frio. Quando fui não era inverno, (novembro/2011). No inverno, pessoas locais sugerem escolher opções de hospedagem com calefação. A temperatura cai muito.
  7. Olhe o mapa de San Pedro de Atacama. Você não precisa ficar pertinho da pracinha principal de San Pedro de Atacama. É interessante verificar a localização do meio de hospedagem no mapa por que há opções mais longínquas (quase saindo da cidade). E, realmente, pode não valer a pena.

Tomara que essas informações ajudem quem for para o Atacama! Até o momento, esse é o lugar mais incrível que já estive. Em breve vou compartilhar a minha planilha com todas as cotações e o lugar que fiquei!