O Deserto do Atacama é incrível!

O site VIAGEM DIGITAL já mostrou os passeios da região, hospedagem em San Pedro de Atacama e, até mesmo, Santiago (capital do Chile)…

Você já comprou passagens para Calama. E agora? Como chegar à San Pedro de Atacama, saindo do Aeroporto de Calama?

Os meios de hospedagem e agências de turismo da região cobram um horror para pegar a pessoa no Aeroporto de Calama e deixá-la em San Pedro (translado). Para você ter ideia, o preço praticado por quase todos era $10.000,00 por pessoa (equivale aproximadamente a R$ 42,00). O pior é que parece ter um cartel do translado do aeroporto de Calama para San Pedro. Todos cobram esse preço! Não queríamos pagar tão caro!

Como chegamos a San Pedro de Atacama mais barato? Pegamos um táxi até a rua que fica as empresas de ônibus que levam ao nosso destino. O táxi ficou R$ 9,00 – trajeto. Em seguida, pegamos o ônibus para San Pedro de Atacama custou R$ 9,50 por  pessoa ($5.000,00 na época). Estávamos em 4 e dividimos o táxi. Mesmo se eu estivesse sozinha valeria a pena! O tempo de viagem é de aproximadamente 2 horas.

Viagem Chile: Como chegar à San Pedro do Atacama?

No centrinho de Calama existe uma rua que existe várias empresas de ônibus juntas que realizam a viagem Calama-San Pedro de Atacama. Quem quiser ir por esse meio deve chegar até essa rua e comprar as passagens. É uma espécie de garagem de onde sai os ônibus. Os ônibus saem mais ou menos de 2 em 2 horas. É na Calle Antofagasta que há três empresas de ônibus:

  • Buses Frontera
  • Buses Intertrans
  • Buses Atacama 2000

Para saber informações adicionais, é só entrar no site das empresas para ver os horários. Jogue o nome no Google Chile [www.google.cl]. Na época (novembro/2011), os horários que constavam no site e os preços estavam totalmente desatualizados. Mas, vale a pena conferir para ter uma ideia.

São ônibus de viagens normais. Práticos, confortáveis e sem frescuras. É muito tranquilo pegar ônibus nessa região durante o dia. Não tenha medo. Não há o menor problema. Não é como muitas cidades brasileiras.

O mais legal é acompanhar todo esse trajeto com outros turistas e, principalmente, com a população local. Uma experiência interessante para observar, curtir a paisagem pelo caminho e economizar.

Imagens:
© Viagem Digital