Gosto de postar coisas inusitadas que encontro em minhas viagens. Toda viagem gera múltiplas experiências, não é mesmo? Ainda em Buenos Aires…

Como vocês sabem, sou mineira de Belo Horizonte e, como uma boa butequeira (aqui é considerada a cidade dos “butecos” vi uma cerveja que não resisti e quis tomar. Chama-se Iguana – cerveja tipo pilsen, dessas grandes fábricas. A garrafa não possuía rótulo, apenas uma iguana em alto relevo que logo me chamou a atenção. Essa estética em alto relevo é bem bacana.

Se você vai visitar a Argentina, não deixe de experimentar essa cerveja. O sabor é fraco, refrescante, não possui personalidade (como algumas outras marcas de cervejas, geralmente de fábricas menores), mas acredito que vale experimentar e tirar suas próprias conclusões. Não é melhor que a Quilmes, mas refresca.

Comida na Argentina

Outra bebida curiosa é a Aquarius (em parceria com a Cepíta). Lembra? Aquela da Coca Cola Company? Temos os sabores: pera, pomello (toranja) e maçã. Um parênteses aqui: observei que, em Buenos Aires, as pessoas gostam muito de suco de maçã. Os sabore da Aquarius de maçã e pera são bem levinho. Gostosinhos…

O sabor de pomello (toranja) merece uma nota especial. Quero que você seja forte e experimente. Um sabor forte, misturado com um certo amargo, um misto de limão, lima e laranja? Não gostei desse último sabor e fiquei me perguntando: como os portenhos gostam disso? Vale a pena experimentar para conhecer. Só para os fortes!

É por isso que a cultura é mesmo algo surpreendente…

Imagem:
© Viagem Digital