Viajar é sempre uma delícia e há os seus inconvenientes.

Quando viajamos de avião e mudamos o fuso horário de onde estamos, o “relógio biológico” (ritmo circadiano) pode sentir o chamado efeito jet lag!

Há uma dissonância entre o “tempo” externo e a noção interna do corpo. É como se o nosso corpo tentasse sincronizar, mas isso ocorre aos poucos, em um “tempo” diferente do fuso. Ou seja, o dia alterou-se totalmente, mas o nosso corpo ainda está correlacionando o fuso antigo (do destino de origem).

Os sintomas podem ser: distúrbios do sono, fadiga, aquela fraqueza que deixa o corpo mole, mal estar, falta de concentração, dentre outras reações. E, não tem viagem que suporte essa “ziguizira”. Ninguém quer perder a viagem por conta do jet lag!

O post de hoje traz algumas dicas para driblar o efeito jet lag! Preparar para aproveitar melhor essa viagem!

O que é jet lag de avião

Simule o horário do destino

É uma tentativa de redefinir o relógio biológico para se acostumar com o fuso horário do destino. A maioria das pessoas possuem mais dificuldade quando vão viajar para leste do que quando vão para oeste. Quando você viaja de leste para oeste, o relógio precisa ser adiado. É bem mais fácil que de oeste para leste (que precisa ser adiantado). Um estudo mostrou que a tentativa de antecipar ou de atrasar o relógio gradualmente antes da viagem, faz com que o organismo se adapte mais rápido e melhor, reduzindo o efeito jet lag. Vale tentar, né? Essa é um atitude que ainda divide muitas opiniões.

Controle a exposição solar

O ritmo circadiano (relógio biológico) possui uma relação ínfima com a iluminação. A luz do dia na retina é uma das pistas que o cérebro possui para identificar o horário e se ajustar. Quem vai para leste, deve procurar a luz da tarde e quem vai para oeste a luz da manhã.

Durma durante o voo

Pode não ser fácil dormir durante o voo, mas é um esforço válido para não querer perder tempo no destino dormindo. Isso também ajuda a chegar um pouco mais descansado para realizar tudo que se programou durante a viagem. Se você é como eu, você não vai querer perder nenhum minuto dormindo fora do horário para aproveitar a viagem.

Evite cafeína e bebidas alcóolicas

Alguns dias antes da viagem e durante o voo evite esse tipo de bebida. Essas substâncias refletem diretamente na qualidade do sono. E, de alguma maneira, o jet lag se caracteriza como um distúrbio do sono vinculado ao ritmo biológico. Quem já sofre com o jet lag, é bom evitar, né?

Hidrate-se no voo

As pessoas se esquecem de tomar água antes de viagem. É aquela ansiedade, expectativa da viagem. Beber água sempre ajuda o organismo, né? E, nada de chegar ao destino de viagem desidratado!

Movimente-se no voo!

De vez em quando, levante, ande um pouco, alongue, faça aquele movimento de ficar na ponta dos pés e descer (alongando a panturrinha). É bom para manter o sangue circulando, especialmente em voos muito longos. Isso faz com que o corpo se sinta melhor também! Lembro-me de conversar sobre o meu angiologista sobre tempo parado em voo e ele relatou que muitas pessoas possuem trombose em viagens.

Banho quente antes de dormir

O banho quente ajuda o corpo a relaxar. Isso pode ser útil antes de viajar e para ajudar a dormir, já no destino. É sempre bom usar tudo para ajudar a dormir bem, né?

Um chazinho quente

Um chazinho quente antes de dormir pode ajudar. Nesse caso, evite chás que contenham cafeína e privilegie chás calmantes, como camomila, erva cidreira. Eu adoro tomar um chá antes de dormir. Sem falar que é um ritual muito gostoso, né?